Skip to main content

Hq: Viúva – Negra: Nova Marvel, Vol. 1

Compartilhe!

    Hq’s/ 148 páginas/ Panini  Comics

“Quando não está atuando ao lado dos Vingadores ou trabalhando para a SHIELD, Natasha Romanova, a Viúva- Negra, dedica seu tempo a uma cruzada mundial para expiar os pecados cometidos cometidos quando era a melhor e mais letal agente da KGB.”

 


IMG_3669

Quem não conhece a eficiente e nova favorita das telinhas de heróis, a agente dupla Natasha Romanova, ou será que você conhece melhor se eu me dirigir a ela por, Viúva- Negra? Seja como for, da série de novos quadrinhos, Nat( para os mais íntimos, é claro) ganhou mais um destaque. O primeiro encadernado saiu a poucos meses no Brasil com o título “Viúva-Negra”, da séria da Nova Marvel. Ele reúne as edições de 1 a 6 de “Black Window” e parte de “All-New Marvel Now! Point One 1” (títulos originais).

Natasha narra como é a vida de uma agente dupla. E percebemos o que talvez possa ser um diferencial nessa agente, seu lado humano. Como uma forma de pagar pelos erros que cometeu no passado, Natasha manda dinheiro para as famílias as quais ela prejudicou de alguma forma. Mesmo ela esvaindo-se de todo seu dinheiro para isso, não mede esforços para continuar com sua missão de vida.

Percebemos como pode ser perigoso um trabalho como esse, a dedicação, a precisão, a confiança e o profissionalismo são essenciais, pois como ela mesmo diz, um simples erro de percepção, pode matar você. Além disso, notamos a diversidade da agente Romanova, seus métodos e disfarces. Tudo meticulosamente calculado, pensado e programado. Outro ponto interessante é o alvo escolhido por ela.

“Na política, poder é influência. Na espionagem, poder é informação. Inteligência.”

Não é qualquer pessoa que pode contratar os serviços da Vingadora. Ela escolhe os piores, a escória dos assassinos, se é que podemos considerar assim. Haja vista, todos são ruins! Mas esse é o pensamento que ‘conforta’ a Viúva- Negra. É como se fosse uma espécie de justiça com as próprias mãos aliada ao dinheiro ou recompensa que ela recebe por aquilo. O que importa para ela é conseguir sempre mandar algo material para as famílias que ela se comprometeu em ajudar.

Contudo, vemos um lado de Natasha um pouco esquecido pelos espectadores: sua solidão. Ela não pode se apegar a nada e nem a ninguém, pois segundo ela, o apego é um erro para pessoas como ela. Mas no decorrer da história vemos que isso é inevitável. Digo não só porque ela uma hora ou outra vai precisar de alguém, mas também é algo nato em nós humanos. fomos feitos para a interação social, mesmo a menor que seja.

 “Dá tanto trabalho se aproximar de alguém. Mas, às vezes… às vezes, você precisa de alguém.”

IMG_3671

Gostei bastante das histórias que compõem o encadernado, são bem variadas, mostrando um pouco de tudo o que Romanova faz e que tipo de serviços ela pratica. Uma das últimas histórias envolve a SHIELD e conhecemos mais um pouco da organização, o que a Viúva- Negra acha (eles não pagam bem! haha) e como funciona o contrato que fazem com Natasha, o que está envolvido.

Realmente vale a pena acompanhar, o volume dois chegou mês passado nas bancas e já estou muito curiosa para descobrir quais serão as próximas aventuras da agente mais diversificada de toda a história da Marvel, na minha opinião, claro que não tenho um conhecimento complexo sobre outras agentes ou heroínas.

E como um último detalhe: Fiquei impressionada com os desenhos! Pareciam mais reais, talvez por conta de certas distorções presentes, dando um efeito de locomoção por parte dos personagens e objetos. E você, o que acha da Agente Romanova? Deixa nos comentários! 😉

3 comentários em “Hq: Viúva – Negra: Nova Marvel, Vol. 1

  1. Eu gosto de acompanhar algumas edições da Marvel. Não conhecia essa da viúva negra, mas pelo o que vc falou é muito boa! Gostei, parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mostrar
Esconder