Skip to main content

{Resenha}- A probabilidade estatística do amor à primeira vista – Jennifer E. Smith

Compartilhe!

Resultado de imagem para a probabilidade estatística do amor à primeira vista   Romance: 392 páginas; Editora: Galera Record

“Será que é possível de repente, descobrir o tipo de que você gosta, mesmo quando se acha que nem tem um tipo?”

Você acredita em amor à primeira vista? E se você conhecesse o amor da sua vida em apenas 24h? Bom, alguns diriam que não existe essa de amor à primeira vista, outros já concordam que existe sim. O ponto é que, para os nossos personagens, o tempo pareceu está à favor deles! Como assim?

Bem, porque tudo nessa história, só deu certo, por conta de um atraso! Hadley, está vivendo uma fase terrível para qualquer pessoa: a separação dos pais e os novos relacionamentos de ambos. O problema é que o pai foi morar em um outro país e vai se casar. Hadley ainda magoada, não quer ir de jeito nenhum, porém a mãe a obriga. E é no meio desse “vai-não vou” que ela acaba chegando atrasada para o seu voo, rumo a Inglaterra.

E enquanto aguarda o próximo voo, conhece um jovem britânico e muito educado chamado, Oliver. Que por coincidência está aguardando o mesmo voo que Hadley. Ambos começam uma conversa trivial de estranhos que se comunicam em aeroportos. Hadley acaba revelando que não está nem um pouco a vontade de embarcar, não só pelo motivo principal: encontrar o pai com a nova noiva Charlotte, mas também porque ela é um tanto que claustrofóbica.

O que você faria se um garoto como Oliver fosse falar com você? Certamente ficaria como Hadley… nas nuvens. Mas “pera lá!” você acabou de conhecer um estranho, não sabe nada sobre ele e nem o que faz. A menção que Oliver nos faz de sua faculdade é que ele está empenhado em uma pesquisa, só não nos revela sobre o quê.  Embora seja bem clichê encontros de personagens assim, é fato que na vida real as coisas nem sempre são assim, então, o aviso continua: cuidado ao falar com estranhos!

Enfim, quando conseguem embarcar, outra “coincidência”: eles estão sentados no mesmo grupo de cadeiras! Que interessante, não? E durante a viagem, ambos conversam sobre suas vidas, a perspectiva que os aguardam quando pousarem e os planos para o futuro, bem como sobre livros!

“É de muita utilidade nesse mundo”, diz a citação, “aquele que torna mais leves os sofrimentos do outro.”

Oliver ajuda Hadley a suportar sua fobia de está nas alturas e lhe dar um certo conforto para enfrentar sua nova realidade. Infelizmente eles têm de se despedir quando desembarcam e tanto os personagens, quanto o leitor, começa a sentir falta daquela presença no avião.

“O amor é a coisa mais estranha e sem lógica do mundo.”

Começamos a nos perguntar o que eles vão fazer para se reencontrar e se vão, esse relacionamento vale à pena? Até que ponto você estaria disposto a ir se soubesse que o “amor da sua vida” estava a sua espera? Essas são perguntas que nos fazemos nesse ponto da história.

Além disso, descobrimos também um pouco sobre o problema com os pais de Hadley, a família de Oliver e como ambos tiveram um jeito próprio de lidar com isso. Costumamos rotular logo uma situação por ouvir apenas um fato, mas é necessário sempre ouvir os dois lados de uma discussão. Descobrimos que nem sempre um problema que imaginamos ser enorme e sem solução é na verdade um problema, mas só representa um ponto de vista diferente. Temos de saber enxergar além e encontrar a solução, mesmo que ela seja apenas um paliativo.

Então, prontos para descobrirem isso e muito mais com a Hadley nesse diferente e gostosa história: Apertem os cintos e bom voo rumo à leitura!

P.S: Tem promessa de virar filme, hein! Confere os atores escalados para os papeis principais:

a_probabilidade_amor_primeira_vista
Hailee Steinfeld e Robert Sheehan

4 comentários em “{Resenha}- A probabilidade estatística do amor à primeira vista – Jennifer E. Smith

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mostrar
Esconder