Skip to main content

Conto: Vovó Bilíngue.com

Compartilhe!

Aqui estou eu, em mais uma etapa da minha vida. Com os meus 64 anos, decidi aprender um novo idioma. Talvez alguns me rotulem como “velha louca”, como meu filho, Igor. Não deve lembrar que foi a mesma “velha louca” que o levou a escola no seu primeiro dia e que teve de ficar para assistir a aula junto com ele, pois não parava de chorar.

Bom, mas é assim mesmo. Eu não posso mudar as coisas e nem tampouco o estigma que as pessoas têm sobre os mais velhos. Na verdade, eu não me importava com esses comentários indesejados sobre meu jeito lento de andar e minhas mãos agora, já um tanto trêmulas. Eu não guardava rancor nem mesmo pelo meu filho ingrato.

 

Até aquele dia. (mais…)

Mostrar
Esconder